Entreterimento

[11] Meus brinquedos preferidos na infância

52 semanas

Oi pessoas, tudo bem com vocês?
Depois de muito tempo vamos continuar com a TAG das 52 semanas e como da outra vez que atrasei vou CORRER nas publicações para chegar no fim do ano com tudo em ordem pelo menos é o que pretendo.

E o tema da TAG dessa semana é ‘Meus brinquedos preferidos na infância’ eu juro que ia pegar fotos para ilustrar esse post, mas até encontrar aquela bolsa de fotos aqui em casa já seria mês que vem.

Boneca

Sem dúvida alguma esses era meu brinquedo preferido na infância, por ser filha única de uma família classe média baixa dos ano 90, eu tinha acesso à algumas bonecas da moda, mas por nascer em outubro que é o mês das crianças tinha que escolher em qual data ia ganhar a boneca.

Barbie.

Não sei se encaixaria na categoria acima, mas para mim era diferente, as Barbies eram como brincar de modelo, eu fazia roupinha penteava cabelo… as bonecas eram minhas filhas.

Bola

Na verdade eu só  gostava de jogar queimado e é necessário usar uma bola, então acabou aparecendo aqui como um dos meus brinquedos preferidos. Não sei como se chama na sua cidade, mas aqui no Rio de janeiro o nome é esse. Para brincar precisamos dividir o grupo em dois times. O jogador que estiver com a bola deve arremessá-la tentando acertar (queimar) uma pessoa do outro time. Quem for queimado sai do jogo. Vence a equipe que conseguir queimar todo o time adversário primeiro. (Acho que vocês conhecem bem esse jogo)

E vocês? Quais eram os seus brinquedos preferidos na infância? Diz aqui nos comentários para eu saber.

Beijos e até a próxima :*

 

 

 

– Me acompanhem também nas redes sociais –

Twitter| Facebook|Instagram|YouTube

Anúncios
Vídeos

Começar & Recomeçar

Oi pessoas, tudo bem?
Só para avisar que liberei um vídeo novinho lá no canal, vão conferir.  🙂

 

Eu já comecei e recomecei aqui neste canal muitas vezes, já exclui vídeos e privei muitos. Já criei vinhetas bem animadas e algumas só com meu nome mesmo. Já tive cabelo cumprido, com as pontas descoloridas e até cacheado Já deixei claro que o problema maior de não compartilhar mais coisas aqui era a minha vergonha do que outras pessoas pensariam. Já disse um milhão de vezes para mim mesma que agora vai.

Nesses poucos vídeos que publico aqui desde 2016 vi uma menina animada, porem envergonhada virar uma mulher um pouco mais retraída e confesso que consegui enxergar quando a tristeza chegou em meus olhos, mas tudo passa e no meu caso foi para melhor. GRAÇAS A DEUS!

Mesmo eu tendo ficado esse tempinho longe de algumas redes sociais eu não pensei em desistir, eu sabia que isso passaria e logo eu voltaria a gravar meus vídeos e principalmente minhas Tags.

Eu só estou aqui para dizer que estou voltando, ainda aos poucos porque vocês sabem bem como é vida de universitária e agora estagiaria *–* Estou morta de cansada, mas estou mais feliz que nunca e só posso agradecer a Deus por isso. Agradecer por me dar o melhor suporte que alguém poderia ter.

Obrigado por continuarem aqui 🙂

Penseira

Mais uma vez.

E mais uma vez sumi e acabei não cumprindo a minha meta de publicar todo mês aqui no blog, mas dessa vez não vou me sentir mal por não conseguir fazer o que me propus, porque esse tempo todo eu só apontei e listei as coisas que não conseguia cumprir, me colocava em meio as minhas frustrações e me afundava em um mar de tristeza por não me sentir boa o suficiente.

Mas nessas últimas semanas percebi que as coisas fogem do nosso controle e a culpa nem sempre é nossa, entendi que perder o controle também é aceitável desde que você tire coisas boas disso e por mais que esteja parecendo simples agora, não é. NÃO FOI. Ainda é difícil me convencer que tudo passou e eu fiquei em pé, é difícil acreditar e me convencer que sou forte mesmo que todas as evidencias me mostrando que sim.

E agora que as nuvens estão se afastando e deixando o céu azul aparecer de novo, sei que posso começar de onde tudo parou. Posso continuar agradecendo a Deus por mais um recomeço em todas as áreas de minha vida.

Obrigado pela paciência de sempre e por não desistirem de mim.

Penseira

– Não esqueci –

Não pense que esqueci.
Não pense que não gosto mais.
Mas não sei o que acontece.

Todos acham que é preciso falar para gostar,
Mas você ainda está nos meus pensamentos
Ainda faz parte do ar que respiro
Ainda vive nos meus sonhos
Ainda é motivo da lágrima que choro
Ainda é motivo do suspiro
Ainda é motivo do meu sorriso
Não pense que te esqueci.

Mesmo que agora seja diferente
Sei que sempre estará nos meus sonhos
Dos encantadores aos assustadores
Dos simples aos engraçados
Mesmo que eu não queira
Sei que uma parte de mim ficou mais bonita com o seu sorriso,
Com o seu olhar.

Mas quero que saiba que não te esqueci
Porque você é a primeira melhor parte da minha vida
E estará sempre aqui
Tatuado na minha alma
Entranhado no meu ser
Uma coisa linda
Uma coisa divina
Não pense que esqueci de você.

Memórias da Paixão

 

 

 

 

Thailla Paixão – 2005

Penseira

– Não Sei –

Não sei porque gosto, só sei que gosto
Quando vejo, quando escuto
Não sei o que acontece
Sinto-me diferente
Sinto-me livre

O que é um tormento para todos é lindo para mim
O que era para ser imaturo é lindo para mim
Viajo nem sei para onde, mas saio do lugar

Entre um conselho e outro me encanto com o seu sorriso
Entre uma mensagem e outra, encontro o seu olhar perdido
Não sei o que é isso, mas sei que existe
Não sei se é bom ou se é mau, mas sei que sinto

Cada detalhe, gesto e sorriso
É um premio para mim
Cada frase, palavra e sussurro.
É maravilhoso para mim
É como minha vida, é como minha respiração
Não sei o porque, mas é isso que sinto.

Por mais que eu tente esquecer
Por mais que eu não queria falar
É mais forte que eu e não consigo esquecer
Não importa o que digam, pois não consigo tirar de mim

 

Memórias da Paixão

 

 

 

Thailla Paixão – 2005